Galaxy Z Flip

Juntamente com os mais recentes Galaxy S20, a Samsung apresentou no Unpacked de 2020 a sua segunda versão de um smartphone dobrável, desta feita chamado de Galaxy Z Flip. Este novo modelo remete-nos para os antigos telemóveis de abrir, ou flip phones, dando-lhe o nome e mudando por completo a perspectiva a utilidade dos smartphones dobráveis.

No final do ano de 2019 começaram a surgir os primeiros smartphones dobráveis que vinham sendo prometidos por várias das fabricantes de smartphones e outros dispositivos. A própria Samsung foi uma das impulsionadoras desta tecnologia, assim como a LG que aos longo dos últimos três anos nos vêm mostrando painéis flexíveis, televisores e monitores curvos, possíveis de curvar eletricamente, rebatíveis e enroláveis.

Este novo Samsung Galaxy Z Flip e contudo um marco importante nesta nova e futura geração de equipamentos, uma vez que se mostra altamente funcional e prático quando comparado às gerações anteriores. Desta feita, trata-se de um smartphone destinado ao público em geral e não necessariamente aos fãs de tecnologia em específico.

Este formato muda tudo

Até agora os smartphones dobráveis eram na sua maioria smartphones grandes que se tornam ainda maiores, em formato tablet. Contudo este Galaxy Z Flip promete fazer o contrario. Trata-se de um smartphone de tamanho convencional para um modelo plus, mas que dobrando ao meio na vertical em estilo concha se torna num smartphone consideravelmente mais pequeno. 

Para isso, a Samsung teve de desenvolver mais uma dobradiça que, recordando a primeira geração do Galaxy Fold, representou um grande desafio para a marca e que no caso do Z Flip a marca coreana elevou mais um patamar acima.

Uma dobradica que faz toda a diferenca

Na dobradica do Z Flip, a Samsung conseguiu inovar num ponto fundamental. Apesar de em teoria poder parecer apenas um detalhe técnico, na realidade torna-se num dos seus detalhes mais práticos e bem conseguidos. 

A dobradiça deste novo smartphone não tem um posições predefinidas. Por oposição, esta dobradiça permite que o utilizador defina o ângulo em que quer colocar o seu ecrã e câmera de selfie, para que se torne mais fácil e realizar vídeo chamadas e ainda quem sabe fazer um novo vídeo para o TikTok. 

Ainda é um produto de primeira geração

Uma das limitações dos produtos de primeira geração, é sem dúvida o acesso, o preço, a variedade de cores disponíveis, os limitados acessórios para estes dispositivos, mas mais importante de que tudo isto é o software desenhado especificamente para tirar partido destas características.

Conteúdo, a Samsung já a partir desta primeira geração conta com a parceria da Thom Browne para que o smartphone seja ainda mais exclusivo, incluídos todos os acessórios recomendados pela marca.

Funcionalidades chave que acrescentam credibilidade

Apesar de ser a primeira geração deste tipo de dispositivos para a Samsung, assim como o Galaxy Fold, este Z Flip vêm equipados com todas as caraterísticas que se exigem a um smartphone topo de gama actual, incluindo carregamento sem fios. Sem dúvida é um smartphone Samsung completo que não irá deixar ninguém indiferente e para aqueles que decidirem arriscar, nao iram ficar privados de nenhuma característica fundamental.

Close Menu